Ucrânia diz ter retomado controle de Makariv

Cidade fica localizada a cerca de 60 quilômetros da capital de Kiev

Ucrânia diz ter retomado controle de Makariv
Quando a invasão completou 12 dias, no dia 7 de março, ataque aéreos em Makariv mataram ao menos 13 civis (Créditos: Scott Olson/Getty Images)

As forças armadas da Ucrânia comunicaram que conseguiram recuperar na segunda-feira (21) o controle de Makariv, cidade que fica localizada a cerca de 60 quilômetros da capital de Kiev.

Publicidade

A “bandeira do estado da Ucrânia foi hasteada sobre a cidade de Makariv” quando os russos recuaram, diz o documento divulgado pelas autoridades ucranianas. A Rússia até agora não se pronunciou sobre o caso e veículos de informação, como a CNN Internacional, disseram que não confirmaram a alegação das forças da Ucrânia.

Quando a invasão completou 12 dias, no dia 7 de março, ataque aéreos em Makariv mataram ao menos 13 civis. Na ocasião, o Ministério da Administração Interna da Ucrânia disse que pelo menos 30 pessoas estavam no terreno atacado, uma fabrica de pães fora da operação. Após o ataque cinco pessoas foram retiradas com vida.

27 dias da guerra

Foi considerado pelo Kremlin, nesta terça-feira (22), que as negociações em andamento com a Ucrânia para colocar fim à “operação militar” russa deveriam ser mais “substanciais”. “Está em curso um certo processo (de negociações), mas gostaríamos que fosse mais enérgico, mais substancial”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Os dois países ainda continuam tentando selar um acordo de paz. Também não houve consenso sobre a rendição de Mariupol, cidade portuária estratégica para os russos no sul da Ucrânia. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, declarou que qualquer acordo para acabar com a guerra precisa ser votado por referendo.

Publicidade

Nesta terça-feira (22), o Ministério da Defesa da Ucrânia disse que as forças da Rússia estão ficando sem suprimentos para a guerra. “De acordo com as informações disponíveis, as forças de ocupação russas que operam na Ucrânia têm estoques de munição e alimentos para não mais de três dias”, disse, em comunicado, o ministério, que apontou “situação semelhante com combustível”.

O governo da Rússia, disse que a Ucrânia “usa seus próprios cidadãos como ‘escudo humano'”, e fez uma comparação com o nazismo. “As Forças Armadas da Ucrânia colocam armas pesadas nas áreas residenciais de Mariupol. Os nazistas fizeram o mesmo em Berlim [capital da Alemanha], sitiada em 1945”, disse o Ministério de Relações Exteriores da Rússia. Mariupol, que é o principal foco de tensão nos últimos dias, terá corredores de evacuação a partir de áreas próximas à cidade.

“Yay, os militares ucranianos vão retomar a cidade de Makariv, cerca de 50 km a oeste de Kiev. Eles ganham um ponto de apoio lá. Eu realmente amo este lugar – tenho ótimas idéias de ciclismo.”

Publicidade