Conflito Rússia x Ucrânia

Zelensky critica Bolsonaro por neutralidade em relação à guerra na Ucrânia

Além disso, Zelensky ressaltou que a guerra “não é entre a Ucrânia e a Rússia”, mas sim, “da Rússsia contra o povo ucraniano”. 

zelensky-critica-bolsonaro-por-neutralidade-em-relacao-a-guerra-na-ucrania
Volodymyr Zelensky (Créditos: Jesco Denzel/ Getty Images)

O presidente da Ucrânia, Volodymr Zelensky, criticou a neutralidade do Brasil e do presidente Jair Bolsonaro, em reação à guerra na Ucrânia. O conflito iniciou em 24 de fevereiro. Zelensky comparou a posição de Bolsonaro a de líderes diante da 2ª Guerra Mundial.

Publicidade

“Eu não apoio a posição dele de neutralidade. Eu não acredito que alguém possa se manter neutro quando há uma guerra no mundo”, afirmou Zelensky em entrevista à TV Globo, sendo a primeira entrevista à imprensa da América Latina.

“Vamos pensar sobre a Segunda Guerra Mundial. Foi assim. Muitos líderes ficaram neutros num primeiro momento. Isso permitiu que os fascistas engolissem metade da Europa e se expandissem mais e mais, capturando toda a Europa. Isso aconteceu por causa da neutralidade. Ninguém pode ficar no meio do caminho”, disse o líder ucraniano.

Além disso, Zelensky ressaltou que a guerra “não é entre a Ucrânia e a Rússia”, mas sim, “da Rússia contra o povo ucraniano”. 

“Porque, mais uma vez, eles estão no nosso território. Nós não chegaremos a um meio-termo porque um país declarou guerra contra o outro. Não. Um país capturou uma parte do nosso território há 8 anos. E nessa época havia muitas pessoas que queriam ser mediadoras e permaneceram neutras. Por causa disso, permitiram, desde 2014, que a Rússia fizesse essa segunda onda de invasão e eles estão invadindo outras partes. Esse é o significado de ‘neutralidade'”, completou Zelensky.

Publicidade

Publicidade