Zelensky diz estar pronto para conversar com Putin

Nessa quinta-feira (10), os ministros das Relações Exteriores da Ucrânia e da Rússia conversaram, mas as negociações foram sem sucesso

zelensky-diz-estar-pronto-para-conversar-com-putin
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (Crédito: Stefanie Loos-Pool/Getty Images)

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky diz estar pronto para conversar com o presidente russo, Vladimir Putin, mas sem se comprometer com as posições russas nas negociações. Essa informação foi passada à CNN, segundo o vice-chefe do Gabinete do presidente da Ucrânia, Igor Zhovkva.

Publicidade

Na quinta-feira (10) os ministros das Relações Exteriores da Ucrânia e da Rússia, haviam conversado, mas as negociações não tiveram sucesso. De acordo com à CNN, o vice-chefe do Gabinete do presidente da Ucrânia disse “É uma coisa muito boa que eles se encontraram, mas infelizmente podemos dizer que o ministro das Relações Exteriores da Rússia não é quem toma a decisão final. A decisão final de parar a guerra, fazer um cessar-fogo, retirar as tropas é tomada por apenas uma pessoa.”

Zhovkva disse que a Ucrânia está aberta a neutralidade, mas que ao mesmo tempo eles precisam de garantias de segurança para que a guerra não se repita futuramente. Além do mais, ele acrescentou que a Ucrânia quer trabalhar com Putin e seus vizinhos para estabelecer como ele mesmo diz, um sistema de segurança renovado da Europa.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu à Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Alguns dos motivos pelo qual esta invasão aconteceu é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

Nesta sexta-feira (11), o presidente ucraniano agradeceu o apoio da Finlândia na luta contra a agressão. “Perspectivas para conversações de paz foram discutidas com o Presidente da Finlândia, Sauli Niinistö. Devemos parar a guerra juntos! Agradecido pela Finlândia por apoiar a Ucrânia na luta contra a agressão. Isso é mais importante do que nunca. Devemos acabar em conjunto com a catástrofe humanitária causada pela Rússia.” #StopRússia

*Este texto contém informações retiradas da CNN Brasil.

Publicidade