Zelensky diz na ONU que forças russas matam por “prazer”

O líder ucraniano discursou de forma virtual e também acusou as forças russas de torturar as vítimas

zelensky-diz-na-onu-que-forcas-russas-matam-por-prazer
Volodymyr Zelensky (Créditos: Sean Gallup/Getty Images)

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenky solicitou urgência contra a invasão russa no país ao Conselho de Segurança (ONU) nesta quinta-feira (5). Também, afirmou que forças russas matam por “prazer”.

Publicidade

“Se vocês não souberem como tomar essa decisão podem fazer o seguinte, retirar a Rússia (do Conselho) para que não eles não possam bloquear decisões sobre sua própria agressão e guerra”, disse o presidente. Zelensky discursou de forma virtual e de acordo com a CNN, citou a morte de civis, chegando a acusar as forças russas de torturar as vítimas.

“Membros foram cortados, gargantas foram cortadas, mulheres foram estupradas e mortas na frente de crianças. Isso não é diferente do que terroristas fizeram em outros territórios, mas está sendo feito por soldados de um membro do Conselho de Segurança da ONU”, completou o líder ucraniano.

Publicidade

Entenda o conflito

Desde o dia 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade