Zelensky pede ajuda ao Papa nas negociações com a Rússia

O Papa é o representante máximo da doutrina católica

zelensky-pede-ajuda-ao-papa-nas-negociacoes-com-a-russia
Volodmyr Zelensky, presidente ucraniano (Créditos: Brendan Hoffman/Getty Images)

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, disse nesta terça-feira (22) que conversou e pediu ajuda ao Papa nas negociações com a Rússia. O Papa é o representante máximo da doutrina católica.

Publicidade

“Falei com Sua Santidade sobre a difícil situação humanitária e o bloqueio pelas tropas russas dos corredores de resgate. O papel mediador da Santa Sé para acabar com o sofrimento humano seria apreciado”, disse o presidente ucraniano. O conflito segue, em 26º dia, sem nenhum acordo firmado entre Rússia e Ucrânia.

De acordo com o portal G1, o Papa Francisco afirmou que o conflito na Ucrânia é um massacre sem sentido. Na manhã desta terça-feira, Zelensky disse ao parlamento italiano que seu país está prestes a sobreviver à guerra com as forças russas. “Para as tropas russas, a Ucrânia é a porta da Europa, onde eles querem invadir, mas a barbárie não deve passar”, completou Zelensky.

Entenda o conflito

Desde a quinta-feira, 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Publicidade

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.