Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Polícia do Rio apreende média de uma arma por hora na última década

policia-do-rio-apreende-media-de-uma-arma-por-hora-na-ultima-decada

As polícias do Rio de Janeiro apreenderam cerca de 83 mil armas ilegais das mãos de criminosos no estado, no período de dez anos. O volume corresponde à média de quase uma arma apreendida por hora, entre 2010 e 2019, segundo dados divulgados hoje (21) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

Apenas em 2019, foram 8.423 armas, entre fuzis, pistolas, revólveres e metralhadoras. A apreensão é avaliada em cerca de R$ 23 milhões.

De acordo com o relatório do ISP, das armas apreendidas em 2019, 3.784 (ou 45%) eram pistolas e 550 (6,5%) eram fuzis. A quantidade de fuzis apreendidos é a maior desde 2007. O uso desses dois tipos de armas implica, segundo o ISP, em maior quantidade de disparos realizados. O fuzil ainda tem o agravante de permitir um alcance maior do tiro.

“Houve crescimento na apreensão de pistolas e fuzis, o que pode demonstrar um aumento no poder de letalidade dos criminosos e das organizações criminosas, isso porque as pistolas e fuzis admitem maiores quantidades de disparos do que revólveres e espingardas. Elas também permitem que sejam acopladas, o que nós chamamos popularmente de ‘kit rajada’, fazendo com que, com um único acionamento, ela consiga realizar diversos disparos”, disse a presidente do ISP, Marcela Ortiz.

Entre as armas apreendidas, 59% eram estrangeiras e 41% de fabricação nacional. Grande parte do armamento (20,4%) foi arrecadada pela polícia durante suposto confronto de criminoso com um policial.

Agência Brasil

Veja também

Brasil

O prefeito Bruno Covas, que está internado desde quinta-feira (15) em tratamento de câncer, tem quadro estável, mas não há previsão de alta hospitalar...

Brasil

O Brasil ocupa a 111º colocação no Ranking Mundial de Liberdade de Imprensa 2021, segundo relatório divulgado hoje (20) pela organização não governamental Repórteres...

Brasil

Às vésperas da Cúpula Mundial do Clima, nos dias 22 e 23, e em um cenário de críticas internacionais às políticas ambientais do governo...

Brasil

Um bate-papo com a participação do casal de velejadores Heloísa e Vilfredo Schurmann, a surfista Suelen Naraisa, a oceanógrafa Raqueline Monteiro e o ator...