Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Aparecidense-GO e Mirassol-SP decidem vaga na Série C

aparecidense-go-e-mirassol-sp-decidem-vaga-na-serie-c

O duelo entre Aparecidense-GO e Mirassol-SP decide o primeiro time promovido à Série C de 2021 e, por tabela, classificado às semifinais desta edição da Série D do Campeonato Brasileiro. A bola rola neste sábado (9) a partir das 16h (horário de Brasília), no estádio Aníbal Toledo, em Aparecida de Goiânia (GO), com transmissão ao vivo da TV Brasil

O primeiro duelo, há uma semana, em Mirassol (SP), foi melhor para o time da casa, que venceu por 2 a 1 no estádio José Maria de Campos Maia, o Maião. Os goianos abriram o placar com o meia Rodriguinho, mas o zagueiro Rayro (contra) e o atacante João Carlos viraram para o Leão do interior paulista, que tem a vantagem do empate neste sábado. Ao Camaleão, só uma vitória por dois ou mais gols de diferença interessa. Caso o clube de Aparecida de Goiânia vença por um gol de saldo, a decisão será nos pênaltis. 

Os times chegam com força quase máxima para o jogo decisivo do confronto pelas quartas de final. Na Aparecidense, o meia Washington testou positivo para o novo coronavírus (covid-19) e é o único desfalque. Como ele vinha sendo reserva, a expectativa é que o técnico Thiago Carvalho mantenha a base do primeiro duelo, com Tony; Rafael Cruz, Renato, Ícaro e Rayro; Bruno Henrique, Rodriguinho e Albano; Erik Bessa, Uederson e Alex Henrique.

Já no Mirassol, a ausência é do lateral Luiz Henrique, que recebeu o terceiro amarelo na partida de ida e está suspenso. O time paulista, porém, tem a volta do atacante Fabrício Daniel, artilheiro do Leão no campeonato, com nove gols. O técnico Eduardo Baptista deve mandar a campo: Jeferson; Vinícius, Danilo Boza, Heitor e Moraes; Alisson (Igor Henrique), Daniel e Cassio Gabriel (Rafael Tavares); Netto; Lucas Silva e Fabrício Daniel.

A campanha das equipes é bem parecida até o momento. Ambas somaram 35 pontos desde a estreia, com dez vitórias, cinco empates e quatro derrotas. A Aparecidense tem o ataque mais positivo da Série D com 42 gols, enquanto o Mirassol possui a segunda defesa menos vazada entre os oito times que estão nas quartas de final, com 13 gols sofridos, atrás somente do Novorizontino (nove).

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mirassol Futebol Clube (@mirassolfc)

Subir de patamar nacional seria algo inédito para os dois times. Os paulistas já estiveram na Série C em 1995 e 2008, mas na ocasião em que a terceira divisão era o último nível do Brasileiro. Com o surgimento da Série D, em 2009, o Leão bateu na trave em 2011, quando perdeu o acesso para o Oeste, justamente nas quartas de final.

Os goianos, por sua vez, tentam chegar à Série C pela primeira vez após oito participações na quarta divisão nacional. A campanha na atual edição é a melhor da história do clube na Série D. Em 2013, o Camaleão caiu nas oitavas de final, ao ser desclassificado devido a uma invasão de campo do massagista do time, que interferiu em um lance de possível gol do Tupi-MG, no duelo de volta entre as equipes, em Juiz de Fora (MG). A partida estava empatada em 2 a 2 e o resultado levava a Aparecidense à fase seguinte.

Agência Brasil

Mais em Perfil

Últimas Notícias