REVIRAVOLTAS NA CHAPA

Damares desiste de concorrer ao Senado após reconciliação do MDB e PL

Reunião que fechou acordo que afastou candidatura da ex-ministra foi convocada por Jair Bolsonaro

Damares desiste de concorrer ao Senado após reconciliação do MDB e PL
Ex-ministra apoiou movimento e se reunirá com seu partido para decidir seu futuro. (Créditos: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil)

A ex-ministra da família, Damares Alves (Republicanos), desistiu da sua candidatura ao Senado Federal em favor da deputada federal Flávia Arruda (PL) nesta terça-feira (19). Movimento retorna à chapa original de Ibaneis Rocha (MDB).

Publicidade

A candidatura de Damares ao Senado veio como o resultado de uma ruptura entre o atual governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e ex-governador José Roberto Arruda (PL). Inicialmente, Rocha lançaria sua candidatura à reeleição com Flávia em sua chapa como candidata ao Senado. Porém, ameaças de que José Roberto Arruda poderia competir com Ibaneis geraram uma tensão entre os dois e a ruptura da aliança, o que levou a opção de Damares em detrimento de Flávia.

O Presidente Jair Bolsonaro (PL) promoveu uma reunião entre os envolvidos no conflito nesta terça-feira, a qual culminou na reconciliação dos dois. Ficou acordado que Ibaneis sairá de novo com Flávia Arruda em sua chapa e o marido de Arruda se canditará à deputado federal, o que foi permitido por Damares, que desistiu da própria candidatura para apoiar os aliados.

Não se sabe ainda os rumos que a carreira política de Damares irá tomar, mas Rocha afirmou que ela irá discutir novas possibilidades com seu partido.

Publicidade