VIOLÊNCIA POLÍTICA

‘A intolerância tirou mais uma vida’, diz Lula sobre assassinato de petista

Defensor do ex-presidente foi morto a facada por colega de trabalho após discussão.

Ex-presidente afirmou que Brasil ‘não merece o ódio’ (Créditos: Buda Mendes/Getty Images)

Em seu Twitter, o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez uma publicação lamentando o assassinato a facadas de um simpatizante petista no Mato Grosso, o crime ocorreu nesta sexta-feira (9). “A intolerância tirou mais uma vida“, afirmou o ex-presidente.

Publicidade

Benedito Cardoso dos Santos, 42, foi morto depois de discutir sobre a política do Brasil com Rafael Silva de Oliveira, de 22 anos, apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). O petista foi assassinado com ao menos 15 facadas e foi quase decapitado por golpes de machado.

O crime ocorreu em Confresa, cidade próxima à fronteira com o Pará. Benedito e Rafael trabalhavam juntos no corte de lenha para uma cerâmica da cidade.

É com muita tristeza que soube da notícia do assassinato de Benedito Cardoso dos Santos, na zona Rural de Confresa. A intolerância tirou mais uma vida. O Brasil não merece o ódio que se instaurou nesse país. Meus sentimentos à família e amigos de Benedito“, disse Lula sobre o caso.

Publicidade

Publicidade

Após o crime, Rafael buscou atendimento médico com cortes na testa e na mão e alegou ter sido vítima de uma tentativa de roubo. Ele confessou o crime na delegacia.