melhora

Jair Bolsonaro recebe alta do hospital nesta sexta-feira (17)

O ex-presidente foi internado no dia 5 de maio em Manaus, Amazonas, para tratar uma doença inflamatória que afetou sua perna esquerda

jair-bolsonaro-recebe
Jair Bolsonaro – Crédito: Isac Nóbrega/ PR/Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro recebeu alta do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira (17). A melhora ocorre após quase duas semanas de internação devido a um quadro de erisipela na perna esquerda e obstrução intestinal. Quem confirmou a informação foi seu advogado, Fabio Wajngarten, em uma publicação no X (antigo Twitter).

Publicidade

O ex-presidente foi internado no dia 5 de maio em um hospital em Manaus, Amazonas, para tratar uma doença inflamatória que afetou sua perna esquerda. Já no dia seguinte, 6 de maio, ele recebeu transferência para São Paulo, onde permaneceu internado.

Publicidade

Nos últimos dias, os boletins médicos divulgados pela equipe que cuidava do ex-presidente indicavam uma melhora gradual. Assim, ele não teve febre nos últimos dias. Seu tratamento incluiu o uso de antibióticos intravenosos e Bolsonaro recebe alta dentro do prazo que os médicos já haviam estimado nesta quarta-feira (15).

Ao lado dos médicos Antônio Macedo e Leandro Echenique, que o atenderam na unidade hospitalar, o ex-presidente afirmou que em uma semana retomará sua rotina normal e retornará a Brasília.

Compromissos cancelados e diferentes internações

Em relação aos seus compromissos, Bolsonaro teve a agenda de maio cancelada. Assim, ele não deve comparecer a eventos com pré-candidatos neste mês. Em suma, os compromissos começariam na semana anterior, quando ele chegaria a Belém para eventos com o delegado e deputado federal Éder Mauro (PL-PA). Éder é pré-candidato a prefeito.

Publicidade

Além disso, Bolsonaro também tinha a programação de participar de um evento no último sábado (11), para o lançamento da candidatura de Bruno Engler (PL) à prefeitura de Belo Horizonte. Engler afirmou, nas redes sociais, que uma nova data será definida.

Vale ressaltar que, desde 2019, Bolsonaro foi internado pelo menos 11 vezes. Além disso, nove dessas internações foram decorrentes do ataque que sofreu em 2018. A mais recente ocorreu em fevereiro deste ano. Nessa ocasião, ele ficou internado apenas por algumas horas para realizar exames. No entanto, os médicos determinaram que ele não precisaria de uma nova cirurgia no abdômen.

Publicidade

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.