entrevista à "time"

Candidatos criticam Lula por ataque a Zelensky

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, “quis a guerra” com a Rússia

(Crédito: Reprodução/ Time)

Em entrevista para a revista americana ‘Time’ o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, “quis a guerra” com a Rússia.  Lula disse à publicação que acha “esquisito” o comportamento do presidente ucraniano. Ele também criticou o líder russo, Vladimir Putin. 

Publicidade

Você fica estimulando o cara e ele fica se achando o máximo. Ele fica se achando o rei da cocada, quando na verdade deveriam ter tido conversa mais séria com ele: ‘Ô, cara, você é um bom artista, você é um bom comediante, mas não vamos fazer uma guerra para você aparecer’. E dizer para o Putin: ‘Ô, Putin, você tem muita arma, mas não precisa utilizar arma contra a Ucrânia. Vamos conversar!’”, afirmou.

 

Ciro Gomes,  pré-candidato pelo PDT, comentou as declarações de Lula  após evento na Grande São Paulo:

Essa posição da Rússia tem que ser condenada, precipitou a China. Isto está introduzindo a linguagem da guerra como solução de conflitos, e alguns conflitos potenciais nós precisamos cuidar porque senão a humanidade vai para a violência de um genocídio, de uma extinção em massa. Vê e pode a gente tratar esse assunto com essa leviandade e demagogia do Lula”, declarou

Publicidade


As falas sobre Zelensky repercutiram entre nomes do meio político nacional.

Publicidade

Publicidade

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), General Augusto Heleno, criticou a revista por dar espaço para Lula.

 

O ex-juiz Sergio Moro também usou as redes sociais para criticar a entrevista de Lula à publicação americana.