Agronegócio banca palestras que espalham mito de que aquecimento global pelo homem é fraude

Na contramão da ciência, associações do produtores rurais estão bancando palestras dos chamados ‘negacionistas climáticos’, pessoas que não acreditam que existam mudanças climáticas causadas pelo homem

Agronegócio banca palestras que espalham mito de que aquecimento global pelo homem é fraude
(Crédito: Canva)

Agronegócio banca palestras que a mensagem transmitida é de que não existe aquecimento global causado pelo homem. Uma sala repleta de estudantes de agronomia assiste a uma palestra sobre mudanças climáticas no Brasil. Estão em uma faculdade no Estado do Mato Grosso, maior produtor de soja do país, ouvindo falar um professor da Universidade de São Paulo.

Publicidade

Mas o que escutam é o contrário do que acredita a esmagadora maioria da comunidade científica do mundo. Ali, a mensagem transmitida é de que não existe aquecimento global causado pelo homem.

“Os objetivos [de quem fala em mudanças climáticas são congelar os países em desenvolvimento. O Brasil é o principal foco dessas operações que envolvem meio ambiente e clima. A ideia da mudança climática e dessas questões ambientais são para segurar o nosso desenvolvimento”, afirmou o palestrante, o meteorologista Ricardo Felicio, sem respaldo científico, em uma entrevista concedida após o evento que aconteceu em 2019.

Na realidade, segundo o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), de agosto deste ano, o papel da influência humana no aquecimento do planeta é “inequívoco”. É para limitar as mudanças climáticas por meio da redução na emissão de gases de efeito estufa que líderes se reuniram nas últimas duas semanas em Glasgow, na COP26, no Reino Unido.

Mas, na contramão do que diz a ciência, associações do agronegócio — de fazendeiros de soja, passando por cafeicultores, sindicatos rurais, faculdades ligadas a agronomia e até uma empresa de fertilizantes — estão bancando palestras dos chamados “negacionistas climáticos”, pessoas que não acreditam que existam mudanças climáticas causadas pelo homem e que apresentam esse fato como uma fraude. Agronegócio banca palestras que a mensagem transmitida é de que não existe aquecimento global causado pelo homem. As apresentações são direcionadas a outros fazendeiros, produtores rurais ou estudantes de agronomia, segundo a BBC News.

Publicidade

A reportagem contou ao menos 20 palestras do tipo nesses ambientes nos últimos três anos feitas por Felicio e por outro professor.

Confira abaixo entrevista onde Molion contesta recente relatório da ONU sobre mudanças no clima e classifica documento como Terrorismo Climático.

Publicidade