Direitos do Consumidor

Atrasos e cancelamentos de voos já afetaram 5,2 milhões de passageiros no Brasil

Esse número mostra que um a cada sete passageiros sofre com imprevistos quando precisa do serviço das companhias aéreas.

Atrasos e cancelamentos de voos já afetaram 5,2 milhões de passageiros no Brasil
O pedido de indenização só poderá ser válido caso o imprevisto não tenha sido causado por condições meteorológicas ou outros problemas maiores (Crédito: Joe Raedle/Getty Images)

Segundo um levantamento feito pela empresa AirHelp, especialista na defesa dos direitos dos passageiros de companhias aéreas, os atrasos e cancelamentos de voos no Brasil já atingiram 5,2 milhões de passageiros até julho de 2022.

Publicidade

Esse número mostra que um a cada sete passageiros sofre com imprevistos quando precisa do serviço das companhias aéreas. Em 2021, por exemplo, foram registrados 4,5 milhões de casos entre atrasos e cancelamentos de voos no país. Do total do ano passado, cerca de 640 mil passageiros teriam direito à indenização pelos transtornos causados pelas falhas no serviço.

De acordo com o levantamento da AirHelp, de janeiro a julho deste ano, atrasos superiores a quatro horas afetaram 95,3 mil consumidores, e outros 226,4 mil tiveram seus voo cancelados. Se o passageiro quiser receber alguma indenização pelos danos causados deve entrar com um requerimento no órgão de defesa do consumidor, o Procon.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também orienta que o passageiro afetado por atrasos ou cancelamentos, dependendo das circunstâncias, pode receber o reembolso do dinheiro ou receber hospedagem, incluindo alimentação e meios de comunicação, como acesso à internet.

Publicidade