Eleições 2022

Brasil registra cadastro de 2 milhões de eleitores entre 16 e 18 anos neste ano

O presidente do TSE, Luiz Fachin, afirma que a juventude brasileira foi convocada a participar das eleições e a “resposta foi impressionante”.

brasil-registra-cadastro-de-2-milhoes-de-eleitores-entre-16-e-18-anos-neste-ano
Luiz Fachin (Créditos: Rosinei Coutinho/STF)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Edson Fachin, anunciou nesta quinta-feira (5) que entre janeiro e abril desde ano, o país cadastrou 2.042.817 novos eleitores na faixa etária de 16 a 18 anos.

Publicidade

De acordo com Fachin, o número representa um aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018 e aumento de57,4% em relação aos quatro primeiros meses de 2014. “No dia 2 de outubro, [esses jovens novos eleitores] poderão comparecer às urnas para exercer o nobre e digno direito do voto”, declarou o presidente do tribunal.

O ministro Luiz Fachin ainda afirma que a juventude brasileira foi convocada a participar das eleições e a “resposta foi impressionante”. “Desta vez, o que vimos foi a sociedade brasileira mobilizada pela democracia. Dos 18 aos 80, ninguém disse ‘não’, ninguém abdicou”, disse ele.

Ainda durante a sessão, o presidente do TSE acrescentou que a Justiça Eleitoral “não medirá esforços” para realização de eleições limpas e transparentes. “A Justiça Eleitoral, senhoras e senhores, não medirá esforços para realizar eleições limpas, transparentes, com paz e segurança e diplomar os eleitos”, afirmou Fachin.

De acordo com o portal G1, somente nos últimos 31 dias foram feitos 8,9 milhões de atendimentos presenciais ou de forma virtual. “É com orgulho e satisfação que anuncio o resultado parcial de todo esse esforço, que superou todos os recordes já registrados pela Justiça Eleitoral brasileira em 90 anos”, completou Fachin.

Publicidade

Publicidade