Guerra na Ucrânia

Brasileira de 39 anos morre em missão humanitária na Ucrânia

Os familiares foram informados da morte pela Legião Estrangeira Ucraniana, que entrou em contato com a irmã mais velha da vítima.

Brasileira de 39 anos morre em missão humanitária na Ucrânia
Brasileira Thalita do Vale realizando um trabalho voluntário (Crédito: Reprodução/ Redes Sociais)

A brasileira Thalita do Valle, de 39 anos, faleceu durante uma missão humanitária na Ucrânia por conta de um incêndio no bunker onde estava escondida. A família confirmou a informação nesta terça-feira (5). De acordo com o irmão da vítima, Theo Rodrigo Vieira, a família reside há mais de 30 anos em São Paulo, SP, e apenas o pai ainda vive em Ribeirão Preto.

Publicidade

Segundo Vieira, sua irmã estava no país há três semanas e mantinha contato frequente com a família. Os familiares foram informados da morte pela Legião Estrangeira Ucraniana, que entrou em contato com a irmã mais velha da vítima no domingo (3).

“Nos foi notificado todo o ocorrido. Houve ataques sucessivos e o batalhão se dividiu. A Thalita foi para o bunker e já estava havendo um incêndio com o bunker fechado com ela dentro. O amigo [Douglas Búrigo, que também teve a morte confirmada pelo Itamaraty] voltou para salvá-la no intervalo entre o bombardeio e acabou morto. Ela morreu por asfixia, não sofreu com estilhaços“, disse Vieira. 

O pai da brasileira, disse que “nenhum pai almeja ver seu filho morrer antes. A Thalita sempre esteve envolvida em missões humanitárias junto à legião estrangeira de algum país ou aqui no Brasil. Sempre foi movida pelo sentimento de salvar animais e humanos”.

Dois soldados voluntários brasileiros foram mortos na #Ucrânia na cidade de Kharkiv quando foram atingidos por ataques de artilharia russa. Os dois mortos foram nomeados como Douglas Rodrigues Búrigo e Thalita do Valle”. 

Publicidade

Publicidade