Chuva deixa MG com mortes e 138 cidades em emergência

Duas mortes foram confirmadas, uma em Belo Horizonte e outra em Betim

chuva-deixa-mg-com-mortes-e-138-cidades-em-emergencia
Betim em Minas Gerais (Crédito: Reprodução / Twitter @renatobh2 )

Chuva deixa Minas Gerais em estado de emergência. Com o excesso de chuva no estado de Minas Gerais, foram mencionadas 138 cidades em estado de emergência, divulgadas pelo boletim da Defesa Civil Estadual, nesse domingo (9). Desde que tudo começou, seis pessoas morreram em outubro de 2021 e mais duas mortes foram confirmadas, em Belo Horizonte e outra em Betim.

Publicidade

Em Belo Horizonte, segundo a Defesa Civil Municipal 123 solicitações via telefone foram atendidas. As pessoas estavam em busca de vistorias em suas casas e ao todo 112 pessoas estão desalojadas. Na região Oeste da capital uma área de lazer desabou e os moradores foram retirados do prédio no bairro Buritis.

Em Betim nas últimas 24 horas foram realizadas 244 ocorrências. 68 casas foram invadidas pela água e famílias receberam ajuda da prefeitura para a retirada de seus móveis e pertences. Em seguida, foram encaminhados para abrigos. Já em Juatuba, alguns bairros da cidade ficaram alagados e alguns moradores precisaram sair de suas casas.

Em Brumadinho até a tarde de domingo (9), 152 pessoas estavam desalojadas e 43 desabrigadas. Em Nova Lima 30 pessoas no bairro Honório Bicalho ficaram ilhadas pela chuva. Já em Ribeirão das Neves o Corpo de Bombeiros Militar resgatou uma vítima caída em um córrego.

Além de diversos acontecimentos em várias cidades do estado, um deslizamento de terra aconteceu na cidade de Ponte Nova e danificou parte da área do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Nossa Senhora das Dores. Ninguém ficou ferido.

Publicidade

Devido aos últimos acontecimentos em Capitólio e em várias cidades de Minas Gerais, o governador Romeu Zema decretou luto oficial de três dias no estado.

Publicidade