Troca de Gestão

Daniella Marques assume presidência da Caixa e diz que pode afastar 26 funcionários

Nesta segunda (04), o chefe de gabinete e mais cinco consultores estratégicos do ex-presidente do banco, Pedro Guimarães, foram afastados do cargo.

Daniella Marques assume presidência da Caixa e diz que afastará 26 funcionários
A nova presidente afirmou em seu discurso que fará “da crise uma oportunidade” para dar mais força às mulheres (Créditos: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)

A nova presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques, tomou posse do cargo em uma cerimônia fechada nesta terça-feira (05). O evento contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro (PL) e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Publicidade

Nesta segunda (04), o chefe de gabinete e mais cinco consultores estratégicos do ex-presidente do banco, Pedro Guimarães, foram afastados do cargo. Daniella disse que mais funcionários e assessores da presidência da Caixa podem ser afastados, mas que isso não significa relação com o episódio de assédio. Daniella vê como um “movimento natural”.

“Eu estou desenhando a estrutura que me atende e que atende ao meu modelo de gestão. Eu gosto de fazer a gestão descentralizada, temática, nuclear, mas conto com uma estrutura de 26 consultores estratégicos no gabinete, então possivelmente todos serão afastados”, afirmou Daniella Marques.

Para completar, a nova presidente destacou que a política de prevenção a assédios da Caixa será revista:

“Por ora, o que tinha que ser feito ligado ao episódio já foi feito. Se aparecerem outros indícios, eventos ou pessoas será conduzido com a mesma postura. Que essa é a postura que vem sendo conduzida. Mas daqui para frente, a partir de amanhã, a gente está focado em criar tudo que a gente precisa para criar um ambiente independente, rigoroso e seguro de apuração.”

Publicidade

 

Publicidade