Insatisfação

Desaprovação do governo Bolsonaro cresce e atinge 56%

Entre os mais velhos (60 anos ou mais) a aprovação é maior: 42%. Diferente de quem tem escolaridade baixa, que rejeita em 63%.

Desaprovação do governo Bolsonaro cresce e atinge 56%
Equipe de Jair Bolsonaro acreditava que a desaprovação fosse cair até a eleição, mas a inflação parou o processo (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

A pesquisa realizada pelo PoderData indica que a desaprovação sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PP) aumentou. Entre os entrevistados, 56% desaprovam a condução do país. A taxa dos que acham o governo bom é de 36%. A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 10 de maio de 2022.

Publicidade

As taxas oscilaram em dois pontos percentuais desde a última pesquisa feita entre os dias 24 e 26 de abril. Antes, 38% consideravam o governo bom, agora 36%; e 54% o consideravam ruim, e agora 56%. Há ainda quem não soube opinar, representando 8% do geral de entrevistados.

A desaprovação sobre o governo Bolsonaro varia, desde janeiro, entre 53% e 61%. A variação também acontece do lado de quem aprova o governo, desde janeiro oscilou entre 31% e 38%.

A pesquisa foi feita através de telefonemas a 3.000 eleitores em 288 municípios de todos os estados brasileiros. Entre os mais velhos (60 anos ou mais) a aprovação é maior: 42%. Diferente de quem tem escolaridade baixa, que rejeita em 63%.

Em pesquisas eleitorais, o PoderData constatou que Bolsonaro parou de crescer e que Lula ainda mantém a sua vantagem.

Publicidade