VALE DO JAVARI

Filho de suspeito de ter matado Bruno e Dom é preso pela PF

3 familiares de Amarildo da Costa Oliveira foram presos por fazerem parte de uma quadrilha de pesca ilegal em terras indígenas.

Amarildo da Costa confessou ter assassinado Dom Philips e Bruno Pereira (Créditos: Superintendência da Polícia Federal no Amazonas)

A Polícia Federal (PF) realizou uma operação no Vale do Javari esse sábado (6) em que levou preso o filho de Amarildo da Costa Oliveira, suspeito que confessou ter participado do assassinato de Dom Philips e Bruno Pereira. A PF também cumpriu o mandado de prisão de outras 6 pessoas.

Publicidade

A ação faz parte de uma operação que tem como objetivo combater as atividades de pesca ilegal na região e os mandados foram expedidos pela Justiça Federal.

A Polícia Federal também prendeu o chefe da quadrilha de pesca ilegal, que se identifica como ‘Colômbia‘. Ele e Amarildo eram cúmplices na atividade da pesca e a polícia acredita que essa cumplicidade se estende para o assassinato do indigenista e do jornalista.

Além de Colômbia e Amarildo, outros 5 mandados de prisão foram cumpridos pela PF, dos quais 3 são de familiares do suspeito envolvido no assassinato de Bruno e Dom, incluindo AmarílioDedei‘, filho de Amarildo. A polícia ainda não sabe se Dedei ajudou o pai nos assassinatos.

Até o momento, a PF acredita que Amarildo e um de seus irmãos são responsáveis pelas mortes do indigenistas e do jornalista. Outro dois irmãos dele foram presos na operação desse sábado, mas são acusados apenas de participar da quadrilha de pesca ilegal em território indígena.

Publicidade

Publicidade