Polícia Federal

PF faz operação contra pornografia infantil no Rio

Penas pelos crimes podem atingir até 6 anos de reclusão, além de multas.

pf-investiga-desvio-de-verbas-na-saude-na-baixada-fluminense
(Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Polícia Federal (PF) realizou três operações do projeto Dark Project, dedicado ao combate à disseminação da pornografia infantil. Dois homens foram presos.

Publicidade

Os crimes combatidos na operação constam no artigo 241 do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) como armazenamento e compartilhamento de pornografia infantil. De acordo com pesquisas do Instituto Liberta, 500 mil crianças e adolescentes sofrem abusos sexuais por ano no Brasil.

Dois homens foram presos em flagrante na operação da PF por posse e armazenamento de pornografia infantil. Eles tem 43 e 35 anos respectivamente e foram levados no cumprimento de seus mandados de busca e apreensão. As prisões aconteceram em Macaé e em Búzios, respectivamente.

“As medidas cautelares foram requeridas após equipe de policiais federais constatar no curso das investigações que determinado cliente de provedor de internet havia feito o download e compartilhado centenas de arquivos com conteúdo pornográfico infantil”, informou a PF.

Foram apreendidos computadores e celulares dos presos, que serão investigados na perícia.

Publicidade

A pena para os crimes de posse e armazenamento de pornografia infantil podem varias de 3 a 6 anos de reclusão e multa.