Policial militar reformado mata a esposa e se entrega

O casal tem um filho de 1 ano e 10 meses, que ficou com a avó materna

policial-militar-reformado-mata-a-esposa-e-se-entrega
O policial usou uma pistola que era dele (Crédito: Canva)

O policial militar reformado e ex-vereador Joel Morais de Asevedo Junior, de 51 anos, matou sua esposa e se entregou na tarde de quarta-feira (8) na Delegacia de Polícia Civil de Muriaé. Acompanhado e seu advogado, ele confessou ter matado Priscila Silva Dala Paula Azevedo, de 26 anos.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, na manhã dessa quarta-feira (8), o ex-vereador chamou os advogados até sua casa e contou a verdade, dizendo que queria se apresentar à polícia. O homem confessou o crime e disse ter usado uma pistola que entregou aos policiais. Joel, diz que estava psicologicamente muito abalado.

A Polícia Civil pediu a prisão temporária do policial militar reservado, que foi aderida pela Justiça. Por ser policial da reserva, o homem foi levado para um batalhão da Polícia Militar (PM) em Ubá. O casal tem um filho de 1 ano e 10 meses, que ficou com a avó materna.