Protesto na Zona Leste de São Paulo

O protesto foi contra os alagamentos na região, após forte chuva nesta segunda-feira (14)

protesto-na-zona-leste-de-sao-paulo
Prédios em São Paulo (Créditos: Pixabay)

Em Arthur Alvim, bairro da Zona Leste de São Paulo, moradores manifestaram na manhã desta terça-feira (15). O protesto foi contra os alagamentos na região, após forte chuva nesta segunda-feira (14).

Publicidade

Os moradores da comunidade afirmam que as enchentes foram causadas por causa das obras da Prefeitura, que estão sendo realizadas em uma galeria pluvial sob o trilho dos trens da CPTM. Às 13h30 desta segunda-feira, carros e até uma banca de jornal ficaram submersos pelo alto nível da água.

O grupo ateou fogo em alguns pneus e interditou a Radial Leste, local que diariamente possui um congestionamento carregado, no sentido centro. A pista já foi liberada às 7h10 desta terça-feira (15).

As obras da prefeitura foram iniciadas na semana passada, quando a terra rompeu sob parte dos trilhos da CPTM e rompeu uma galeria pluvial. De acordo com o portal G1, a gestão municipal prometeu concluir totalmente a obra, de caráter emergencial, em 45 dias.

Ainda, nesta segunda-feira (14), uma nova cratera se abriu no local, comprometendo a operação. Mesmo com as intercorrências, a linha já opera em via dupla, pois parte do processo foi acelerado na semana passada, para que prejudique menos o deslocamento dos passageiros na capital paulista.

Publicidade