danos na Lava Jato

Sergio Moro chama ação em que virou réu de “risível”

O ex-juiz é réu em ação judicial que pede que ele ressarça os cofres públicos por ter usado a Petrobras para fins pessoais.

(Crédito: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

O ex-juiz Sergio Moro disse hoje (24) que a ação do PT em que virou réu é “risível”. Ele afirmou ainda  que “a inversão de valores é completa”. De acordo com o ex-juiz, a decisão judicial não envolve juízo de valor.

Publicidade

Segundo o jornal Folha de SP,  Sergio Moro virou réu em uma ação popular na qual o PT, por meio de seus deputados federais, que pede que o ele seja condenado a ressarcir os cofres públicos por alegados prejuízos causados à Petrobras e à economia brasileira por sua atuação à frente da Operação Lava Jato.

Publicidade

“A ação popular proposta por membros do PT contra mim é risível. Assim que citado, me defenderei. A decisão do juiz de citar-me não envolve qualquer juízo de valor sobre a ação.”

“Todo mundo sabe que o que prejudica a economia é a corrupção e não o combate a ela. A inversão de valores é completa: Em 2022, o PT quer, como disse Geraldo Alckmin, não só voltar a cena do crime, mas também culpar aqueles que se opuseram aos esquemas de corrupção da era petista.”

Publicidade