Ator Sean Penn foge a pé da Ucrânia até fronteira

Antes de fugir, o americano conseguiu gravar com integrantes do governo, militares e jornalistas locais para o filme.

Sean-Penn-foge-Ucrania
Foto: Reprodução

O ator e diretor americano Sean Penn, de 61 anos, teve que fugir da Ucrânia ao lado de refugiados da invasão da Rússia. Ele estava no país para fazer um documentário sobre a guerra.

Publicidade

O ator contou no Twitter como foi a fuga. “Eu e dois colegas caminhamos quilômetros até a fronteira com a Polônia depois de abandonar nosso carro na beira da estrada. Quase todos os carros nesta foto levam apenas mulheres e crianças, a maioria sem bagagem e o carro é o objeto de maior valor”, escreveu o ator. 

Sean Penn conseguiu sair da Ucrânia pela fronteira do país com a Polônia. A rota é a mesma usada pela maioria dos refugiados do conflito.

Antes de fugir, o americano conseguiu gravar com integrantes do governo, militares e jornalistas locais para o filme, segundo a revista “Newsweek”, citada pelo portal G1.

Publicidade

O governo ucraniano soltou uma nota elogiando o ator. “Sean Penn está demonstrando coragem que muitos outros não têm, em particular alguns políticos ocidentais. Quanto mais pessoas assim – verdadeiras amigas da Ucrânia, que apoiam a luta pela liberdade – mais rápido podemos parar essa hedionda invasão da Rússia”. 

sean-penn-filma-ucrânia
Foto: Instagram

“O diretor veio especificamente para Kiev para filmar os fatos que estão acontecendo atualmente na Ucrânia e para falar para o mundo sobre a invasão da Rússia ao nosso país”, continua o comunicado publicado pelo G1.

Entenda a invasão da Rússia à Ucrânia 

Publicidade

Depois de vários meses de tensão e negativas, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a invasão da Ucrânia. O exército russo bombardeia e avança por terra em cidades do sul, leste e norte do território ucraniano. 

Um dos fatores que desencadeou o conflito foi a possibilidade da Ucrânia entrar na OTAN, aliança militar do Ocidente. Putin não admite a possibilidade e exige que a Ucrânia se comprometa a nunca entrar na organização. 

O presidente russo também alega que a Ucrânia está sob influência estrangeira e que não merece ser um país independente.

Publicidade