Grupo hacker Anonymous diz ter interceptado planos russos de assassinar Zelensky

O grupo já havia declarado guerra cibernética à Rússia, em sinal de protesto contra a invasão da Ucrânia

grupo-hacker-anonymous-diz-ter-interceptado-planos-russos-de-assassinar-zelensky
Anonymus também se responsabilizou sobre a derrubada do site da Agência Espacial Russa (Crédito: Pixabay)

O grupo hacker Anonymous declarou através de sua conta no Twitter ter descoberto um plano da Rússia para assassinar o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky. Os hackers que fazem parte do grupo não informaram como o plano seria executado, de acordo como portal G1.

Publicidade

A publicação na rede social diz “Informações vazadas do FSB russo alertam a Ucrânia para o plano de assassinato contra o presidente Zelensky”. O grupo hacker Anonymous também se responsabilizou sobre a derrubada do site da Agência Espacial Russa pela segunda vez.

O grupo já havia declarado guerra cibernética à Rússia, em sinal de protesto contra a invasão da Ucrânia. O primeiro ataque do grupo foi ao site do canal estatal “Russian Today”, posteriormente, derrubou páginas do Kremlin e do Ministério da Defesa russo.

Entenda o conflito

Na última quinta-feira (24), Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade

“Quem tentar inferir, ou ainda mais, criar ameaças para o nosso país e nosso povo, deve saber que a resposta da Rússia será imediata e levará a consequências como nunca antes experimentado na História”, afirmou Putin

Publicidade