Rússia destrói maior avião do mundo na Ucrânia

maior-aeronave-do-mundo-e-destruida-em-ataque-russo-na-ucrania
Antonov-225 Mriya (Créditos: Paul Kane/Getty Images)

O exército da Rússia destruiu o maior avião de carga do mundo, o Antonov-225 Mriya, de fabricação ucraniana. A aeronave foi queimada durante um ataque russo ao aeroporto Hostomel, perto de Kiev. O terminal é considerado estratégico para os militares ucranianos por causa da proximidade com a capital do país. 

Publicidade

A informação foi confirmada pelo ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, no Twitter. Ele também escreveu na postagem: “a Rússia pode ter destruído nosso ‘Mriya’. Mas nunca poderão destruir o nosso sonho de um Estado europeu forte, livre e democrático. Vamos prevalecer!”

A fabricante de armas estatal ucraniana Ukroboronprom informou, por meio de comunicado divulgado pela agência Reuters, que a restauração da aeronave custaria mais de US$ 3 bilhões e que levaria muito tempo.

Ainda segundo a empresa, o avião estava no solo perto de Kiev em 24 de fevereiro em manutenção. 

Publicidade

O Antonov-225 Mriya foi desenvolvido para fazer o transporte aéreo durante crises. O modelo foi usado para entregar suprimentos após o terremoto do Haiti, em 2010. O governo ucraniano também usou a aeronave para transportar suprimentos médicos durante a pandemia de Covid-19. 

Aeroportos, assim como outras instalações militares, estão entre os principais alvos dos russos durante a guerra com os ucranianos. 

Entenda o conflito

Publicidade

Nesta quinta-feira (24), Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia.

Publicidade