Europa e EUA vão banir bancos russos do Swift

Sistema permite pagamentos entre mais de 11 mil instituições financeiras, em mais de 200 países.

UE e EUA se comprometem a remover bancos russos do Swift
Ocidente pretende desconectar bancos russos do sistema financeiro Swift (Crédito: Getty Images)

A Comissão Europeia disse em um comunicado divulgado neste sábado, 26, que União Europeia, Estados Unidos e Canadá se comprometem a tirar os bancos russos do Swift. Esse é o sistema de transferências financeiras internacionais que conecta bancos ao redor do mundo.

Publicidade

A decisão visa tornar a Rússia “responsável” economicamente pelo conflito que começou com a Ucrânia após o reconhecimento da independência das regiões separatistas de Donetsk e Lugansk e entrar em território ucraniano. Segundo a comissão, o grupo também se compromete a colocar em prática medidas restritivas que impedirão o “Banco Central da Rússia de implantar suas reservas internacionais de forma a prejudicar o impacto de nossas sanções“.

Vamos garantir que esta guerra seja um fracasso estratégico para Putin“, alertou o comunicado, afirmando ainda que “a guerra da Rússia representa um ataque às regras e normas internacionais fundamentais que prevaleceram desde a Segunda Guerra Mundial, que estamos comprometidos em defender.

Promessas de “agir contra” entidades e indivíduos que facilitem a guerra no país também foram feitas. O comunicado cita que na próxima semana uma “força-tarefa transatlântica” será feita para implementar as sanções fiscais e diz que outras medidas serão tomadas “nos próximos dias”.

O que é Swift?

Swift, ou Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (na sigla em inglês), é uma cooperativa criada pelos países para permitir a padronização de informações financeiras e transferências de recursos entre bancos ao redor do mundo. O sistema permite conexão e pagamentos entre mais de 11 mil instituições financeiras, em mais de 200 países – a Rússia, inclusive.

Em transações de importação e exportação de mercadorias, por exemplo, o Swift é o meio mais utilizado no mundo para transferência de valores entre comprador e vendedor. O banco do comprador se comunica com o do vendedor e faz transferências por meio do Swift.

Publicidade

Ficando de fora do sistema, as operações dos bancos russos seriam seriamente afetadas, pois não poderiam fazer cobranças ou pagamentos internacionais com o restante das entidades que utilizam esse sistema. Para todos os efeitos, haverá um bloqueio de transferências bancárias com o país.