Banco Central

Governo do Japão pedirá a BC para atingir meta de inflação de forma sustentável

Especialistas esperam que a inflação ao consumidor permaneça em torno de 2% durante a maior parte deste ano.

governo-do-japao-pedira-a-bc-para-atingir-meta-de-inflacao-de-forma-sustentavel
O ajuste enfatiza a esperança do governo de que o Banco do Japão mantenha a taxa de juros baixa (Créditos: VCG/VCG via Getty Images)

O governo do Japão pedirá ao Banco Central para atingir a meta de 2% de inflação de forma “sustentável e estável”, de acordo com seu esquema de longo prazo visto pela Reuters nesta quarta-feira (25).

Publicidade

Segundo o portal Investing, a mudança em relação ao perfil atual expressa a esperança de que o Banco do Japão mantenha uma política ultrafrouxa para atingir a meta de 2% de inflação. O núcleo de inflação no Japão, foi impulsionado pelo aumento nos preços das commodities, em decorrência da guerra na Ucrânia, exclui alimentos frescos mas inclui custos de energia, para 2,1% em abril, excedendo a meta de 2% do Banco Central pela primeira vez em sete anos.

Especialistas esperam que a inflação ao consumidor permaneça em torno de 2% durante a maior parte deste ano, uma vez que mais empresas repassam custos mais altos para as famílias através de aumento de preços. O ajuste enfatiza a esperança do governo de que o Banco do Japão mantenha a taxa de juros baixa até haja mais indícios de que o aumento esperado da inflação seja comprovado, em vez de responder ao aumento dos preços.

“O governo continuará a conduzir uma política macroeconômica flexível … com uma estrutura que combine uma política monetária ousada, uma política fiscal flexível e uma estratégia de crescimento destinada a fomentar o investimento privado”, disse a minuta. “Esperamos que o Banco do Japão atinja sua meta de 2% de inflação de forma sustentável e estável, de olho na evolução econômica, de preços e financeira”, completou.

 

Publicidade