Bolsonaro diz que culpa da inflação é da política do “fica em casa”

Presidente respondeu a declarações feitas por Lula durante o Dia do Trabalhador.

com-escalada-nos-precos-bolsonaro-pede-a-supermercados-menor-lucro-possivel
O presidente Jair Bolsonaro (Crédito: Andressa Anholete / Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse a apoiadores, nesta segunda-feira (2), que a culpa da alta da inflação está na política do “fica em casa”. Na saída do Palácio da Alvorada, no “cercadinho”, o presidente comentou as manifestações populares do Dia do Trabalhador (1º de maio).

Publicidade

Em oposição a uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que colocou a culpa da inflação em Bolsonaro, o atual presidente afirmou que Lula é “cara de pau” pela cobrança:

“O cheiro de mortadela estava na televisão. A cara de pau dele [Lula] de me culpar pela inflação. A inflação vem do ‘fica em casa e a economia e gente vê depois’.”

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), atingiu em abril a maior alta para o mês desde o ano de 1995: 1,73% de alta mensal. A previsão, que já está acima do que o governo imaginava, é de que a inflação possa chegar a patamares mais altos.

Bolsonaro e Lula participaram de eventos durante o feriado do trabalhador. Lula esteve em São Paulo, em evento organizado por centrais sindicais e aproveitou para lembrar da alta taxa de desemprego que assombra o Brasil. Já Bolsonaro participou, rapidamente, da manifestação pró-governo em Brasília, e discursou num vídeo gravado e veiculado por meio da internet, para apoiadores concentrados em São Paulo.

Publicidade