Cidade argentina é invadida por besouros em meio a forte onda de calor

A prefeitura de Santa Isabel, na província de La Pampa, ordenou apagar a iluminação pública para tentar enganar os insetos

Cidade argentina é invadida por besouros em meio a forte onda de calor
De acordo com a imprensa local, há registros de danos em propriedades públicas e privadas (Créditos: Reprodução / Redes Sociais)

Milhares de besouros invadiram uma cidade da Argentina em meio a uma grande onda de calor sem precedentes que atingiu a região nesta semana. A prefeitura de Santa Isabel, na província de La Pampa, como medida para tentar diminuir os efeitos dos ataques e tentar enganar os insetos, determinou que apaguem a iluminação pública.

Publicidade

De acordo com a imprensa local, há registros de danos em propriedades públicas e privadas, e dezenas de fotos nas redes sociais mostram os besouros acumulados em tetos e calhas da cidade.

“É impressionante a quantidade”, disse o chefe de polícia Omar Sabaidini ao site regional Info Huella. “Em alguns casos provocaram danos às construções, na delegacia estragaram a cobertura.”

A determinação de apagar as luzes no período da noite é uma aposta de Cristian Echegaray, o responsável pela administração do local, depois de uma reunião com o corpo de bombeiros e a polícia.

“Resolvemos apagar a iluminação pública porque esse inseto busca lugares iluminados”, justificou Echegaray ao Info Huella.

Publicidade

Funcionária do Serviço Meteorológico Nacional, Cindy Fernández, disse em sua rede social que os insetos, chamados em espanhol de cascarudos, “são inofensivos”, mas que voam sem controle nenhum e saem batendo com força contra tudo o que estiver na frente.

Os animais, que pertencem à família Melolonthidae (Coleoptera), vivem parte de seu ciclo como larvas debaixo do solo, e no verão com temperaturas altas, os adultos vêm à superfície para dar início a reprodução, e depois acabam morrendo. Com as altas temperaturas deste ano, essa dinâmica foi alterada.

A população de Santa Isabel, a 860 km de Buenos Aires, tem a esperança de que os insetos começam a evitar a área nos próximos dias, devido à falta de iluminação.

Publicidade

Gabriel Lara, engenheiro agrônomo, afirmou que os besouros, assim como outros insetos, são atraídos pela luz, no fenômeno conhecido como fototaxia. Moradores e autoridades locais, enquanto isso, passam o dia retirando cascudo e enchendo caixas e carrocerias com milhares de besouros para retirá-los da área urbana.

Publicidade