grupo ambientalista

Ativistas colam as mãos em quadros de galerias de Londres durante protestos

Nesta segunda-feira (4), ativistas colaram as mãos na moldura de um quadro de 200 anos, no National Gallery, em Londres , em protesto para que o governo acabe com as novas licenças de petróleo e gás.

ativistas-colam-as-maos-em-quadros-de-galerias-de-londres-durante-protestos
Ativistas com as mãos coladas ao quadro (Créditos: Reprodução/ Redes Sociais)

Ativistas do grupo ambientalista Just Stop Oil, protestaram  nesta terça-feira (5) na Royal Academy of Arts e colaram as mãos na moldura de uma cópia de “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci. Além disso, os manifestantes também pintaram com spray a frase “sem óleo novo” abaixo do quadro.

Publicidade

Nesta segunda-feira (4), ativistas colaram as mãos na moldura de um quadro de 200 anos, no National Gallery, em Londres , em protesto para que o governo acabe com as novas licenças de petróleo e gás. A dupla de ativistas cobriu a pintura famosa de paisagem de John Constable, “The Hay Wain”, com uma versão modificada da imagem, antes de colar as mãos na moldura do quadro.  A imagem colada mostra como o petróleo destruirá o campo.

“Estou aqui porque nosso governo planeja licenciar 40 novos projetos de petróleo e gás no Reino Unido nos próximos anos. Isso os torna cúmplices em empurrar o mundo para um clima inabitável e na morte de bilhões de pessoas nas próximas décadas, disse a ativista Hannah Hunt, que protestou no National Gallery, segundo o portal g1.

“Cobrimos o Hay Wain com uma versão que ilustra o impacto de nosso vício em combustíveis fósseis em nosso campo. A pintura é uma parte importante de nossa herança, mas não é mais importante do que os 3,5 bilhões de homens, mulheres e crianças já em perigo por causa da crise climática, completou o outro ativista, Eben Lazarus.

Publicidade