"Valor Justo"

Conselho do Twitter recomenda venda a Elon Musk por US$ 44 bilhões

Diante de tal recomendação, segundo a agência de notícias Reuters, o Twitter pretende antecipar a votação dos acionistas sobre a decisão de venda para o início do mês de agosto.

Conselho do Twitter recomenda venda a Elon Musk por US$ 44 bilhões
Elon Musk (foto) tem um patrimônio líquido de aproximadamente US$ 213 bilhões (Crédito: Scott Olson/Getty Images)

O conselho de administração do Twitter recomendou aos acionistas, nesta terça-feira (21), a aprovação do acordo de aquisição da big tech pelo bilionário, dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk. Por US$ 44 bilhões, o conselho administrativo diz que a compra “é justa, aconselhável e de interesse do Twitter e de seus acionistas”.

Publicidade

Diante de tal recomendação, segundo a agência de notícias Reuters, o Twitter pretende antecipar a votação dos acionistas sobre a decisão de venda para o início do mês de agosto. Elon Musk só conseguirá concretizar a compra após essa aprovação dos acionistas.

Depois de rumores sobre o fechamento da compra, os advogados de Musk enviaram uma carta ao conselho administrativo informando sobre uma possível desistência da compra pelo bilionário. Na carta, a equipe de Musk solicitava ao Twitter informações sobre a quantidade de perfis falsos na plataforma para concluir a negociação.

Ainda nesta terça (21), em entrevista à Bloomberg, Musk disse que o acordo está travado pelas “questões muito significativas” que envolvem a quantidade de contas falsas na rede social. O diretor-executivo da plataforma, Parag Agrawal, afirma que 5% dos perfis são falsos, porém Musk afirma que esse número pode chegar a 20% dos usuários.

Apesar dos rumores, no dia 9 de abril Elon Musk comprou 9,2% das ações da empresa, tornando-se um dos maiores acionistas da gigante tecnológica.

Publicidade

Publicidade