Corte Internacional determina fim de operações russas

Esse é o primeiro veredicto proferido por um tribunal internacional desde que a Rússia invadiu a Ucrânia

corte-internacional-determina-fim-de-operacoes-russas
Audiência realizada sob a presidência da juíza Joan E. Donoghue, Presidente do Tribunal. 7 de março de 2022. (Crédito: Frank van Beek/ICJ via Getty Images)

A Corte Internacional de Justiça (CIJ), sediada na cidade holandesa Haia, determinou nesta quarta-feira (16) o fim das agressões russas ao território da Ucrânia. A recomendação foi obtida em uma votação de 13 votos favoráveis e 2 contrários.

Publicidade

“A Federação Russa deve suspender imediatamente as operações militares iniciadas em 24 de fevereiro de 2022 em território ucraniano”, declarou o juiz-presidente da Corte Internacional, Joan Donoghue.

Os votos contrários partiram do vice-presidente da Corte, o russo Kirill Gevorgian, e da juíza chinesa Xue Hanqin. A decisão da CIJ é o primeiro veredicto desse tipo proferido por um tribunal internacional desde que a Rússia invadiu a Ucrânia.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, saudou a decisão no Twitter. “A Ucrânia obteve uma vitória completa em seu caso contra a Rússia na Corte Internacional de Justiça. A CIJ ordenou que a invasão para imediatamente Ignorar a ordem isolará ainda mais a Rússia.

Ainda hoje, o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou que destinará US$ 800 milhões para a para os ucranianos e afirmou que a guerra na Ucrânia nunca será uma vitória para Vladimir Putin

O valor vem do enorme projeto de lei que o presidente sancionou na terça-feira (15), que inclui um total de US$ 13,6 bilhões em novas ajudas. A Casa Branca havia pedido um total de US$ 10 bilhões para assistência ao país do Leste Europeu. Porém, o Congresso conseguiu uma verba ainda maior.

Durante o pronunciamento, o presidente disse novamente que “a guerra na Ucrânia nunca será uma vitória para Putin“. “Nossos parceiros e aliados estão comprometidos a enviar mais equipamentos e ajuda à Ucrânia”, complementou. Ele também citou o discurso de Zelensky afirmando que foi “convincente e significativo”.

Publicidade

Tradução do post de Joe Biden no Twitter: ”Estou mais uma vez usando minha autoridade presidencial para ativar a assistência de segurança de emergência para continuar ajudando a Ucrânia a se defender do ataque da Rússia. Mais US$ 800 milhões. Isso eleva o total da nova assistência de segurança dos EUA à Ucrânia para US$ 1 bilhão apenas nesta semana.”

Publicidade