Negociações em pausa

Elon Musk diz que compra do Twitter não prosseguirá sem garantias sobre contas falsas

O CEO do Twitter, Parag Agrawal, afirma que a plataforma suspende diariamente mais de meio milhão de contas que parecem falsas.

elon-musk-diz-que-compra-do-twitter-nao-prosseguira-sem-garantias-sobre-contas-falsas
Elon Musk (Créditos: Win McNamee/Getty Images)

O bilionário Elon Musk afirmou nesta terça-feira (17), que a compra do Twitter não vai prosseguir, a menos que receba garantias sobre o número de contas falsas na plataforma. Atualmente, Musk é a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 230 bilhões.

Publicidade

O CEO do Twitter, Parag Agrawal, afirma que a plataforma suspende diariamente mais de meio milhão de contas que parecem falsas, geralmente antes mesmo de serem vistas. Além disso, afirma que bloqueia milhões por semana que não passam nas verificações para garantir que sejam controladas por humanos.

Agrawal diz que as análises internas mostram que menos de 5% das contas ativas em um dia médio são classificadas como “spam”. Musk afirma que os robôs utilizados na plataforma são “uma praga” e que considera uma prioridade se livrar deles caso assuma o controle da plataforma.

“Nossas estimativas internas reais para os últimos quatro trimestres ficaram bem abaixo de 5% – com base na metodologia descrita acima. As margens de erro em nossas estimativas nos dão confiança em nossas declarações públicas a cada trimestre”, escreveu Agrawal.

“Ontem, o CEO do Twitter se recusou publicamente a mostrar provas de <5%”, escreveu Musk em seu Twitter, que tem quase 94 milhões de seguidores. “O acordo não pode avançar até que ela faça isso”, completou.

Publicidade

Segundo a Folha de São Paulo, Musk afirma que a sua motivação para a compra da rede social é o desejo de garantir a liberdade de expressão na plataforma. Além disso, aumentar a monetização da rede, que enfrenta dificuldades para conseguir um crescimento rentável, é um objetivo do bilionário.