luto no Japão

Ex-primeiro-ministro Shinzo Abe morre após ser baleado no Japão

Shinzo Abe foi atacado por volta de 11h30 no horário local dessa sexta-feira (8), (23h30 dessa quinta-feira (7) no horário de Brasília), próximo a uma estação de metrô.

ex-primeiro-ministro-shinzo-abe-morre-apos-ser-baleado-no-japao
Shinzo Abe (Créditos: Getty Images)

O ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, de 67 anos, morreu nesta sexta-feira (8), após ser baleado enquanto fazia um discurso na cidade de Nara. Mortes por armas de fogo são muito raras no país.

Publicidade

Shinzo Abe foi atacado por volta de 11h30 no horário do Japão, próximo a uma estação de metrô. Imagens registradas mostram o momento em que o ex-premiê está no chão, com as mãos no peito.

Um suspeito do ataque foi preso e uma espingarda foi apreendida, segundo o portal g1. Em nota, o hospital universitário de Nara informou que Abe tinha dois ferimentos “profundos”, um deles no coração, e que chegou ao local sem sinais vitais. “Ele estava sangrando muito e, infelizmente, não pudemos salvá-lo”, informou o hospital.

De acordo com agência japonesa “NHK”, ao menos dois tiros foram disparados contra Abe, que foi atingido no peito e no pescoço. O atual primeiro-ministro, Fumio Kishida, falou “Ataque imperdoável! Estou orando do fundo do meu coração para que Abe sobreviva a essa provação”, antes de sua morte ser confirmada.

Hirokazu Matsuno, secretário-chefe do gabinete, afirmou que Abe foi vítima de “um ato bárbaro absolutamente imperdoável”. Segundo o oficial do corpo de bombeiros local, o ex-premiê sofreu uma parada cardiorrespiratória. O suspeito preso foi identificado como Tetsuya Yamagami e disse à polícia que estava insatisfeito com Abe e queria matá-lo, segundo a agência NHK. A polícia não confirmou o relato.

Publicidade

Publicidade