Casa Branca

Grupo coreano BTS se encontra com Joe Biden

Biden assinou um decreto de lei bipartidário para abordar o aumento dos crimes de ódio anti-asiáticos em maio de 2021.

grupo-coreano-bts-se-encontra-com-joe-biden
Grupo coreano BTS (Crédito: Astrid Stawiarz/Getty Images for Dick Clark Productions )

A banda pop coreana BTS se encontrou com o presidente Joe Biden em visita à Casa Branca para discutir a inclusão e representação asiática e abordar crimes de ódio e desinformação contra asiáticos. A secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse que eles também “desempenham um papel importante como embaixadores da juventude, promovendo uma mensagem de respeito e positividade”.

Publicidade

A banda agradeceu as palavras da secretária dos Estados Unidos e disseram que ficaram devastados com onda de crimes de ódio a asiáticos-americanos e que gostariam de aproveitar a oportunidade para se expressar. “Estamos aqui hoje graças ao nosso exército, nossos fãs em todo o mundo, que têm diferentes nacionalidades e culturas e usam idiomas diferentes”.

O aumento de crimes contra asiáticos e na hostilidade contra asiáticos-americanos e habitantes das ilhas do Pacífico (AAPI) acontece em meio à pandemia de Covid-19. Biden assinou um decreto de lei bipartidário para abordar o aumento dos crimes de ódio contra esta população em maio de 2021. O presidente adotará, ainda, uma nova postura no Departamento de Justiça para acelerar as investigações.

Juntos Biden e a banda BTS disseram na Casa branca que irão discutir a importância da diversidade e colocar a banda BTS como embaixadores da juventude, para espalhar uma mensagem de esperança e positividade em todo o mundo. No ano passado, em meio a crimes de ódio contra asiáticos, o BTS falou sobre sua própria experiência com discriminação.

Publicidade