Fechando as Portas

Justiça da Rússia aceita pedido de falência do Google

O Google já havia encerrado algumas de suas atividades na Rússia.

Justiça da Rússia aceita pedido de falência do Google
Após bloqueios de contas, subsidiária da Google fechará as portas na Rússia (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

A Justiça de Moscou aceitou, nesta segunda-feira (12), um pedido de falência da filial do Google localizada na Rússia. O pedido veio após contas da empresa serem confiscadas, no início do conflito entre Rússia e Ucrânia, impossibilitando o pagamento de fornecedores e de funcionários no país. As informações são da agência russa RIA Novosti.

Publicidade

No mês de julho, a Rússia aplicou 21,1 bilhões de rublos em multa ao Google. O governo alegou que a empresa cometeu “falhas repetidas” na regulação de conteúdos “proibidos” pela equipe do presidente Vladimir Putin, como a guerra na Ucrânia. A punição caiu, principalmente, sobre o YouTube, que não restringiu materiais com “conteúdo proibido”.

A big tech já havia encerrado algumas de suas atividades na Rússia. Em março deste ano, a gigante tecnológica suspendeu seus serviços de publicidade on-line no país. Serviços de pesquisa, parceiros de publicação e YouTube gradativamente deixaram de funcionar, restando apenas os serviços gratuitos da plataforma.