política francesa

Macron nomeia Élisabeth Borne como primeira-ministra da França

Depois de 30 anos o cargo será ocupado por uma mulher.

macron-nomeia-ministra-do-trabalho-como-primeira-ministra-na-franca
O presidente francês, Emmanuel Macron (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

O presidente da França, Emmanuel Macron, nomeou nesta segunda-feira (16) para o cargo de primeira-ministra a atual chefe da pasta do Trabalho, Élisabeth Borne. O anúncio foi feito poucas horas depois de Jean Castex renunciar ao cargo de primeiro-ministro.

Publicidade

A nomeação de Borne é histórica para a França, já que ela é a segunda mulher a ocupar o cargo depois de Édith Cresson no início dos anos 1990. A nova ministra do Trabalho, que também chefiou a pasta de Transporte e Transição Ecológica, atende aos critérios desejados por Macron, que seriam um perfil “social”, “ecológico” e “produtivo”. 

Interlocutores do governo francês afirmam que Élisabeth será responsável por guiar a principal reforma proposta por Macron: o adiamento da idade de aposentadoria de 62 para 65 anos.

A escolha de Macron por Borne representa um aceno claro ao eleitorado de centro-esquerda francês. Por vários anos, Élisabeth foi militante do Partido Socialista e consolidou seu nome na política principalmente por conta da luta contra o desemprego e a favor de melhorias para o operariado da França.

Foi durante sua chefia no Ministério do Trabalho que o desemprego na França caiu para os valores mais baixos em 15 anos, além de o desemprego dos jovem ter atingido números mínimos em 40 anos.

Publicidade

 

 

Publicidade