Crise Política

Manifestantes invadem parlamento do Iraque

Os manifestantes, na maior parte, são seguidores do líder religioso xiita Muqtada al-Sadr.

Manifestantes invadem parlamento do Iraque
Manifestante gritavam palavras de ordem a favor do líder xiita Muqtada al-Sadr (Crédito: Chris McGrath/Getty Images)

Na última quarta-feira (27), centenas de manifestantes invadiram o Parlamento do Iraque para protestar contra a nomeação de Nouri al-Maliki como primeiro-ministro. Os manifestantes, na maior parte, são seguidores do líder religioso xiita Muqtada al-Sadr.

Publicidade

O país vive o clima de instabilidade política desde outubro do ano passado, desde de que as eleições parlamentares foram realizadas. Pela grande disputa política entre curdos e xiitas, a formação de um consenso no governo para a escolha do primeiro-ministro é muito difícil. Pela situação, o Iraque está há 290 dias sem um chefe de governo.

Os protestos começaram em uma praça de Bagdá e seguiram para a zona verde, região onde ficam as embaixadas e prédios governamentais. Os manifestantes invadiram o Parlamento do Iraque carregando bandeiras e discursando de cima das mesas.

Segundo o jornal britânico The Guardian, a polícia reprimiu as manifestações utilizando bombas de gás lacrimogêneo, o que não conteve os manifestantes que avançaram sobre a área verde de Bagdá. Segundo a emissora Al Jazeera, os protestos só diminuíram quando o líder religioso Muqtada al-Sadr pediu aos manifestantes para pararem.

Publicidade