"voltem para casa"

Moradores de Barcelona protestam contra o turismo em massa na cidade

Entre as principais preocupações estão o aumento dos preços dos imóveis e os impactos no comércio local, no meio ambiente e nas condições de vida dos 1,6 milhão de habitantes

Moradores de Barcelona protestam contra o turismo em massa na cidade
Protesto em Barcelona contra o turismo em massa na cidade – Crédito: Reprodução

Sob o lema “Basta! Ponhamos limite ao turismo!“, cerca de 2.800 manifestantes marcharam pela zona litorânea de Barcelona neste sábado (6), exigindo uma mudança no modelo econômico para reduzir o fluxo turístico na cidade, que é a mais visitada da Espanha.

Publicidade

Os manifestantes carregavam cartazes dizendo “Barcelona não está à venda” e “Turistas, voltem para casa”. Entre as principais preocupações estão o aumento dos preços dos imóveis, com aluguéis subindo 68% na última década, e os impactos no comércio local, no meio ambiente e nas condições de vida dos 1,6 milhão de habitantes da cidade.

Barcelona recebeu mais de 12 milhões de turistas no último ano

A cidade de Barcelona conta com atrações como a Sagrada Família, projetada por Antoni Gaudí, o Parque Güell e a Casa Batlló. Também são famosos locais como a avenida La Rambla, a Catedral de Barcelona, a praia de Barceloneta, o Museu Picasso e o Camp Nou, estádio do FC Barcelona. No ano passado, a cidade recebeu mais de 12 milhões de turistas.

Para combater os “efeitos negativos do turismo de massa“, a prefeitura, liderada por Jaume Collboni, anunciou a intenção de eliminar os mais de 10.000 apartamentos de uso turístico até o final de 2028, aumentando a oferta de moradia. No entanto, essa medida foi criticada pela associação de Apartamentos Turísticos, que teme um aumento do mercado ilegal.

Publicidade
Reconhecemos a complexidade desta questão e rejeitamos soluções simplistas. Nosso objetivo é construir um modelo de turismo equilibrado e sustentável que beneficie a todos“, escreveu Collboni em sua conta no X.  

A manifestação em Barcelona segue exemplos de protestos em outros destinos turísticos como Málaga, Palma de Mallorca e as Ilhas Canárias.

Em 2023, a Espanha recebeu 85 milhões de visitantes estrangeiros, sendo a Catalunha a região mais visitada, seguida pelas Ilhas Baleares (14,4 milhões) e as Ilhas Canárias (13,9 milhões), segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Publicidade

Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.