atirador tem 41 anos

Morte de Shinzo Abe: autoridades tentam descobrir a motivação do crime

De acordo com a polícia da cidade japonesa de Nara, Yamagami Tetsuya, o atirador, é japonês e está desempregado. Ele tem 41 anos e disse às autoridades que “estava frustrado”.

(Crédito: Reprodução/NHK)

A morte do ex-premiê do Japão Shinzo Abe levanta uma série de questões sobre as motivações do crime. O que se sabe até agora é que o suspeito do assassinato confessou ter atirado com a intenção de matar.

Publicidade

De acordo com a polícia da cidade japonesa de Nara, Yamagami Tetsuya, o atirador, é japonês e está desempregado. Ele tem 41 anos e disse às autoridades que realmente queria matar o ex-Premiê.

O autor dos disparos serviu por três anos na Força de Autodefesa Marítima Japonesa, a Marinha do país, até 2005, de acordo com a imprensa local, e teria fabricado sua própria arma de fogo. Vale lembrar que as restrições referentes à posse e porte de armas no Japão são extremamente rígidas.

De acordo com a NHK,  o atirador disse que cometeu o crime por estar “frustrado” com Abe.  A polícia de Nara revistou a casa de Tetsuya e lá encontrou produtos potencialmente explosivos. As informações são da emissora de TV NHK.

“O material da arma caseira era uma mistura de metal e madeira”, afirmou a polícia. Pelo menos 90 investigadores participam da ação.

Publicidade

 

Publicidade