Não há sinais de sobreviventes de avião que caiu na China

O modelo Boeing 737-800 perdeu aproximadamente 6.000 metros de altitude em pouco mais de dois minutos

nao-ha-sinais-de-sobreviventes-de-aviao-que-caiu-na-china
Avião da China Eastern Airlines (Créditos: Tomohiro Ohsumi/Getty Images)

Até o momento, não há sinais de sobreviventes de avião que caiu na China, nesta segunda-feira (21). O modelo Boeing 737-800 perdeu aproximadamente 6.000 metros de altitude em pouco mais de dois minutos.

Publicidade

Nesta terça-feira (22), as equipes de resgate seguem com as buscas, mas lutam contra a chuva e lama acumulada, atrás de possíveis sobreviventes e vestígios que possam esclarecer a causa da queda do voo, segundo a TV estatal chinesa CCTV. A aeronave estava com 132 pessoas a bordo, sendo nove delas tripulantes. O voo fazia o percurso entre Kunming  e Guangzhou e caiu próximo a Wuzhou.

De acordo com o portal G1, os bombeiros encontraram muitos pedaços do avião incinerados, por conta do incêndio provocado no choque da aeronave com o solo. Também, ainda não há informação sobre a caixa preta.

Moradores de um vilarejo próximo ao local da queda conversaram com as equipes de resgate. Eles relatam terem ouvido um barulho muito forte na descida do avião e, em seguida, dois grandes estrondos. Além disso, disseram ter visto pedaços da aeronave desintegrados.

O acesso ao vilarejo está cercado e o acesso de jornalistas ao local está impedido. Xi Jinping, presidente da China, solicitou uma investigação profunda para que as causas do acidente sejam esclarecidas o mais rápido possível. A rede de aviação civil chinesa é considerada uma das mais seguras do mundo e a mídia estatal afirma que o caso é “nebuloso”.

Publicidade