Putin diz que ainda não é a hora de cessar-fogo

O presidente russo afirmou que não irá cessar-fogo ao primeiro-ministro italiano Mario Draghi

O presidente da Rússia, Vladimir Putin disse ao primeiro-ministro italiano Mario Draghi que ainda não é o momento para um cessar-fogo. Draghi trouxe esta informação, nesta quinta-feira (31), durante uma entrevista coletiva.

Publicidade

Outra informação passada pelo primeiro-ministro da Itália é que os contratos de gás continuam em vigor e que as empresas europeias não pagarão em rublos, continuarão a pagar em euros e dólares. Draghi também afirmou que nas próximas decisões econômicas da Itália não será definido um aumento nos gastos com defesa.

Draghi, foi questionado sobre o aumento dos gastos com defesa após a invasão da Ucrânia pela Rússia e respondeu que a Itália atingirá a meta da Otan de gastar 2% do PIB em defesa em 2028.

Conflito Rússia e Ucrânia

No dia 24 e fevereiro, o governo russo invadiu a Ucrânia e bombardeou regiões do país. Após várias ameaças, Vladimir Putin autorizou os ataques por terra, ar e mar. Um dos motivos desta invasão é a aproximação da Ucrânia com o Ocidente.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia entre para OTAN. Além disso, Putin quer aumentar o seu poder de influência na região. A Rússia e a Ucrânia já passaram por outros conflitos. Por mais que hoje, a Ucrânia seja independente, sua relação com a Rússia não é totalmente resolvida.

Publicidade

*Este texto contém informações retiradas da Reuters e CNN Brasil.

Publicidade