Reino Unido vai exigir exame PCR e isolamento para todos os viajantes devido à nova variante

Boris Jonhson informou que as medidas de testagem e isolamento poderão ser revistas após dez dias

Reino-Unido-ajuda-Ucrania
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. (Crédito: Hollie Adams/ Getty Images)

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou neste sábado (27) que as medidas sanitárias para a entrada no país serão reforçadas, incluindo isolamento, após a confirmação de dois casos da variante ômicron do coronavírus.

Publicidade

Em entrevista coletiva, Johnson declarou: “Precisamos ganhar tempo enquanto nossos cientistas pesquisam, enquanto vacinamos e damos reforço”.

O premiê britânico afirmou que viagens não serão canceladas, mas que todas as pessoas que entrarem no país devem fazer um exame obrigatório do tipo PCR, no segundo dia após a chegada.

Além disso, todos os viajantes deverão fazer um auto isolamento até receberem o resultado do teste, podendo então sair desde que o resultado seja negativo.

Segundo o governo britânico, as medidas de testagem e isolamento poderão ser revistas após dez dias. O premiê também disse que mais informações serão divulgadas durante a semana pelo Ministério da Saúde.

Publicidade

Johnson também afirmou que, mesmo que não haja dados suficientes sobre a eficácia da vacinação contra esta variante específica, o reforço na imunização pode oferecer mais proteção contra o vírus.

“Precisamos diminuir a dispersão dessa variante no Reino Unido“, disse o premiê. “Ajudem a conter reforçando o uso de máscaras em ambientes fechados e no transporte público”.

“Assista ao vivo: Uma atualização sobre a Covid-19 (27 de novembro de 2021)”

Publicidade