Conflito Rússia X Ucrânia

Suécia decide pedir formalmente a adesão à Otan

A Suécia pretende integrar a Otan, devido a invasão russa na Ucrânia, que acontece desde o dia 24 de fevereiro.

suecia-decide-pedir-formalmente-a-adesao-a-otan
Primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson (Crédito: Sean Gallup/Getty Images)

O governo da Suécia anunciou que decidiu pedir formalmente a adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), nesta segunda-feira (16). De acordo com o UOL, a primeira-ministra, Magdalena Andersson, afirmou que isso significa uma nova era para o país. “A Suécia ficaria sozinha fora da Otan em uma posição muito vulnerável. Deixamos uma era para entrar em uma nova”. A Finlândia, que é um país vizinho, um dia antes também anunciou que entraria na aliança militar.

Publicidade

A Suécia pretende integrar a Otan, devido a invasão russa na Ucrânia, que acontece desde o dia 24 de fevereiro. Segundo Andersson, mesmo com essa nova decisão, por enquanto, não há uma operação militar direta contra o país sueco. O embaixador da Suécia na Otan, pode transmitir o pedido de adesão na quarta-feira (18), em conjunto com a Finlândia.

O presidente russo, Vladimir Putin, se manifestou em meio as decisões da Suécia e Finlândia, dizendo que haverá uma resposta caso os países entrem na Otan. A agência russa Tass, informou que Putin relatou que tomará medidas com base nas ameaças que serão criadas para Rússia. Mesmo com essa situação, o presidente russo relatou não ter alguma ameaça direta para com os dois países.

“Finlândia e Suécia são os parceiros mais próximos da OTAN. Se decidirem se candidatar, este será um momento histórico. A sua adesão aumentaria a nossa segurança partilhada, demonstraria que a porta da OTAN está aberta e que a agressão não compensa.”