TV da Alemanha mostra soldados da Rússia executando civil na Ucrânia

De acordo com a emissora, imagens de um drone mostram o momento em que uma possível tropa russa executa o civil já rendido

TV da Alemanha mostra soldados da Rússia executando civil na Ucrânia
No momento, as forças russas estavam atacando o subúrbio de Iprin, perto de Kiev (Créditos: Sean Gallup/Getty Images)

Uma emissora pública da Alemanha, a ZDF, obteve imagens de um drone na qual mostra uma suposta tropa da Rússia atirando contra um civil da Ucrânia, que já estava rendido com as mãos para o alto. De acordo com a televisão, o vídeo foi gravado no dia 7 de março, no começo da tarde, na via expressa E40, ao oeste de Kiev. No momento, as forças russas estavam atacando o subúrbio de Iprin, perto de Kiev.

Publicidade

Nas imagens, dá para ver um tanque da Rússia aparecendo a poucos metros de um posto de gasolina. À frente, há um carro aparentemente danificado. Um carro branco se aproxima e para no meio da via. O motorista do veículo sai com as mãos para cima e, logo em seguida, cai no chão.

Logo em seguida, uma pessoa aparece correndo em direção à cena. De acordo com a emissora, os soldados foram identificados como russos por estarem usando uma faixa branca, característica do exército da Rússia.

A ZDF confirmou ter conversado com o piloto do drone para verificar a autenticidade das imagens. Ele se identificou somente como Zanoza e afirmou que “quer defender seu país como voluntário”.

Antes dos ataques, ele trabalhava com produtos elétricos. No dia em que fez a gravação, sua intenção era observar as posições das tropas russas na rodovia E40. De acordo com Zanoza, não teve movimentação por um tempo e o posto de combustível estaria fechado a dias. Ele afirma também que, depois da cena, o carro que aparece nas imagens foi retirado e queimado logo em seguida. A emissora disse ter checado as cenas e confirmado o local da ocorrência.

Publicidade

“O canal de TV alemão ZDF publicou um vídeo mostrando como soldados russos atiram em um civil que levantou as mãos. O homem tentou evacuar de Kyiv de carro, mas foi morto a tiros.”

Publicidade