Multa milionária

Twitter é multado em US$ 150 milhões por práticas enganosas

A plataforma está sob constante atenção desde que o bilionário Elon Musk anunciou a proposta de compra da rede social por US$ 44 bilhões.

twitter-e-multado-em-us-150-milhoes-por-praticas-enganosas
140 milhões de usuários foram afetados com esta prática ilegal (Créditos: Justin Sullivan/Getty Images)

A Comissão Nacional do Comércio dos Estados Unidos (FTC) acusou o Twitter de práticas enganosas, ao usar indevidamente dados de segurança dos usuários para publicidade direcionada. Dessa forma, o Twitter foi multado em US$ 150 milhões pela comissão.

Publicidade

De acordo com a FTC, o Twitter solicitou aos usuários informações como número de telefone e endereços de e-mail, a fim de proteger as contas. Entretanto, a empresa estaria lucrando ao permitir que a anunciantes usassem os dados para atingir públicos específicos em publicidades.

A ação viola uma ordem do órgão regulador, emitida em 2011, que proíbe a empresa de deturpar práticas de privacidade e segurança de seus usuários, segundo o Poder 360. Segundo a acusação apresentada ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos, 140 milhões de usuários foram afetados com esta prática, entre os anos de 2014 e 2019. A rede social não informou aos usuários que as informações seriam usadas para publicidade direcionada.

As informações fornecidas para a plataforma permitiam que anunciantes direcionassem propagandas específicas, a consumidores específicos. Além da multa, a FTC solicita que o Twitter seja proibido de lucrar com dados coletados de maneira enganosa e que permita aos usuários autenticar suas contas por meio de outros métodos, sem que seja necessário fornecer seus dados.

A plataforma está sob constante atenção desde que o bilionário Elon Musk anunciou a proposta de compra da rede social por US$ 44 bilhões. Na última semana, ele afirmou que a negociação “não pode avançar” até que a empresa mostre provas sobre dados de  contas falsas e spam.

Publicidade

Publicidade