Batalha Judicial

Twitter processa Elon Musk por supostamente violar o acordo de aquisição

O processo está num tribunal de Delaware, nos Estados Unidos, e pede que a compra seja efetivada.

Twitter processa Elon Musk por supostamente violar o acordo de aquisição
Internautas questionam se essa confusão toda foi um plano de Musk (Crédito: Maja Hitij/Getty Images)

Nesta terça-feira (12), o Twitter entrou com uma ação judicial contra o bilionário Elon Musk por este supostamente ter violado o acordo de aquisição da bigtech. O processo está num tribunal de Delaware, nos Estados Unidos, e pede que a compra seja efetivada.

Publicidade

Um trecho do processo, como apurado pelo portal g1, diz que Musk “prejudica operações” do Twitter ao criar um “espetáculo público” sobre a indecisão da compra:

“Tendo montado um espetáculo público para colocar o Twitter em cena, e assinado um acordo de fusão favorável ao vendedor, Elon aparentemente acredita que ele – ao contrário das outras partes sujeitas à lei contratual de Delaware – é livre para mudar de ideia, zombar da empresa, prejudicar suas operações, destruir valor aos acionistas e ir embora.”

Na última sexta-feira (08), Elon Musk anunciou a rescisão do acordo alegando que o Twitter não apresentou por completo dados sobre a quantidade de contas falsas na plataforma, o que seria fundamental para o desempenho dos negócios da empresa. Enquanto o Twitter afirma que apenas 5% dos perfis cadastrados são falsos, a equipe de Musk acredita que esse número pode ser quatro vezes maior, alcançando cerca de 20% de fakes.

Ontem, segunda-feira (11), o bilionário publicou um meme em suas redes sociais zombando do Twitter após a bigtech afirmar que entraria na justiça por ele ter abandonado o acordo de comprar a plataforma por US$ 44 bilhões, aproximadamente R$ 231 bilhões.

Publicidade