AMIZADE ENTRE PUTIN E LULA?

Ucrânia acusa Lula de fazer propaganda pró-Rússia

Além do petista, outras 77 personalidades são acusadas de fazerem palestras pró-Russia, com 30 delas sendo norte-americanas.

Governo ucraniano tem tentado pressionar o Brasil à sair da neutralidade (Créditos: Alexey Furman/Getty Images e Anholete/Getty Images)

O ex-presidente Lula (PT) foi incluído numa lista oficial do governo da Ucrânia de pessoas que ‘espalham propaganda pró-Rússia’. O petista é o único brasileiro apontado no documento.

Publicidade

A lista é denominada “Palestrantes que promovem narrativas consonantes com a propaganda russa” e aponta 78 nomes de personalidades ao redor do mundo. O documento foi divulgado oficialmente no site do Centro de Combate à Desinformação no Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia.

A acusação do governo ucraniano parte de uma fala de Lula durante uma entrevista à revista Time, na qual o ex-presidente diz que Volodimir Zelensky é tão culpado pela guerra quanto Vladimir Putin, o que o governo da Ucrânia entendeu como uma disseminação da narrativa da Rússia.

Agora, às vezes, fico vendo o presidente da Ucrânia na televisão como se estivesse festejando, sendo aplaudido em pé por todos os parlamentos, sabe? Esse cara é tão responsável quanto o Putin. Porque numa guerra não tem apenas um culpado“, disse Lula à Time.

Outra fala que o governo da Ucrânia aponta como propaganda seria uma em que Lula supostamente diz que a Rússia deveria liderar uma ‘Nova Ordem Mundial’. No entanto, não há registros de que o ex-presidente tenha de fato dito isso e ainda não se sabe a fonte da qual o Conselho de Segurança ucraniano usou para extrair essa informação.

Publicidade

Lula não foi o único político brasileiro a ser acusado pela Ucrânia de estar apoiando a Rússia. Zelensky fez recentemente um apelo à Jair Bolsonaro (PL) para deixar a neutralidade e adotar sanções contra o país invasor.