comércio global

Ucrânia, Rússia e Turquia assinam acordo para permitir exportação de grãos

Segundo autoridades ucranianas, mais de 20 milhões de toneladas de grãos permanecem presos na Ucrânia, em decorrência do bloqueio da Rússia.

ucrania-russia-e-turquia-assinam-acordo-para-permitir-exportacao-de-graos
Representantes da Ucrânia, Rússia, Turquia e a Organização das Nações Unidas (ONU) (Créditos: Divulgação/ Ministério da Defesa da Turquia)

Conversas entre Ucrânia, Rússia, Turquia e a Organização das Nações Unidas (ONU), nesta quarta-feira (13) em Istambul, levaram ao acordo para permitir a exportação de grãos ucranianos através do Mar Negro. Todas as partes concordaram em formar “um Centro de Coordenação Conjunta sob os auspícios da ONU”.

Publicidade

A informação do acordo foi divulgada por Andriy Yermak, chefe do gabinete do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. O centro ficará em Istambul, na Turquia, e a tarefa será realizar “monitoramento geral e coordenação da navegação segura no Mar Negro”, explicou Yermak.

Segundo autoridades ucranianas, mais de 20 milhões de toneladas de grãos permanecem presos na Ucrânia, em decorrência do bloqueio da Rússia aos portos do Mar Negro. De acordo com o Departamento de Estado dos Estados Unidos, a Ucrânia é o quinto maior país exportador de trigo.

Antes da guerra, iniciada em fevereiro deste ano, o fornecimento de trigo da Rússia e da Ucrânia representava quase 30% do comércio global. Com o bloqueio russo das rota, a Ucrânia espera acelerar as exportações de grãos por meio das rotas reabertas do rio Danúbio.

Publicidade